Posts recentes

Comentários

    Arquivos

    Categorias

    Meta

    Instagram has returned invalid data.

    Universo em expansão

    Na Europa vão ver primeiro. A mostra sobre o arquiteto Paulo Mendes da Rocha, que começou esta semana na Triennale de Milão, só chega ao Brasil depois de um tour por outros países europeus.

    São 600 m2 com croquis, maquetes, desenhos, fotos e outras informações sobre o Pritzker de 2006, algumas inéditas.

    Também faz parte da “Paulo Mendes da Rocha: Técnica e Imaginação” uma das cadeiras mais cobiçadas do mobiliário brasileiro, a Paulistano, criada pelo arquiteto em 1957 e que já ganhou capas das mais diferentes marcas, incluindo uma edição limitada da Missoni.

    Para refrescar a memória, são dele, por exemplo, a reforma do edifício da Pinacoteca do Estado, um dos mais interessantes e importantes espaços culturais de São Paulo, o MuBE – Museu da Escultura – e a marquise da Praça do Patriarca, que cai como um leve lenço sobre o centro da capital paulistana.

    Formado na década de 1950, o arquiteto vem imprimindo sem descanso sua marca em espaços públicos e particulares, como aconteceu com tantos expoentes da Escola Paulista. Ainda não há uma data definida para a chegada da exposição, mas aguarde, porque ela virá.

    No alto, interior da Pinacoteca do estado. Acima, fachado do MuBE

    Marquise da Praça do Patriarca

    Cedira Paulistano com tecido Missoni

     

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

        Radar Arquitetura e Design © 2005-2019. Todos os direitos reservados.