Posts recentes

Comentários

    Arquivos

    Categorias

    Meta

    Instagram has returned invalid data.

    Lição de versatilidade

    À primeira vista, é um espaçoso, belo e iluminado apartamento. Olhando mais atentamente, percebe-se que tudo resulta de um projeto minucioso que garantiu uma ótima circulação, uma varanda integrada ao estar – mas sem deixar de demarcar seu espaço – e muito conforto. 

    Ajudou o fato de que o prédio, no bairro paulistano do Itaim, estava ainda na fundação quando a arquiteta Daniela Ripper Naigeborin conheceu a moradora.

    O encontro aconteceu por intermédio da cortineira de ambas, Fernanda Falavigna, responsável pelas fluidas cortinas que correm por todo o espaço, isolando o living sempre que é preciso.

    O casal e as duas filhas adolescentes podem aproveitar o espaço versátil de várias formas. O home theater, por exemplo, tem entrada pelo living e pelo corredor lateral. Pode ficar aberto ou totalmente isolado.

    Quando isso acontece, um grupo assiste a um filme nesse espaço enquanto, no living, outras pessoas aproveitam o telão que desce em frente ao bar. O painel que permite todos esses usos foi desenhado por Daniela, que assina toda a marcenaria do apartamento.

    Com três suítes, cozinha e sala de almoço, além do jantar integrado e do home theater, todo o apartamento foi pensado para durar. Os móveis deveriam ser de boa estirpe, para não serem trocados tão cedo.

    E, claro, deveriam ser muito confortáveis. Peças de família também foram aproveitadas, como a mesa lateral, laqueada de preto, que fica na varanda e foi da avó da moradora. Outra boa sacada: o piso de limestone na área da varanda evita estragos com um eventual vazamento de água das chuvas e se repete no hall de entrada, criando identidade – e praticidade.

    No centro do piso, peroba. Nos painéis, carvalho americano. “Usamos um mix de materiais usados em todos os ambientes”, conta Daniela, que morou quatro anos nos Estados Unidos. Nessa época, ela passou um ano e meio trabalhando no escritório nova-iorquino do arquiteto Sig Bergamin.

    A moradora participou do projeto, em todas as etapas. “Temos um gosto muito parecido, foi ótimo tê-la por perto”, diz Daniela. “Se o apartamento fosse para mim, eu teria feito exatamente igual.”

    Fotos: Edson Ferreira

     

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

        Radar Arquitetura e Design © 2005-2019. Todos os direitos reservados.