Posts recentes

Comentários

    Arquivos

    Categorias

    Meta

    Instagram has returned invalid data.

    Muito impressionante

    A arquiteta Zize Zink estava em Paris quando se deparou com uma escultura hiper-realista do australiano Ron Mueck. E era uma de suas figuras mais fortes: O Pai Morto, uma representação do pai do artista no dia de sua morte.

    Agora em abril, a mostra completa um ano do inicio do “tour” por três capitais. Começou na Fundação Cartier, em Paris, passou pela Fundação Proa, em Buenos Aires e chegou finalmente ao MAM do Rio de Janeiro, onde encerra o seu ciclo (veja a nota Realidade Construída, do dia 4 de dezembro).

    É essa a dica que Zize quer compartilhar com você:

     “Eu fui ao Musée d’Orsay ver uma exposição chamada Masculin. E lá estava a escultura O Pai Morto. Foi a coisa mais impressionante eu já vi. Estou me programando para ir ao Rio ver a exposição do MAM, não posso perder.”

     Aos interessados, dois lembretes: a escultura mencionada não faz parte da mostra, que exibe outras peças igualmente impactantes. E a temporada se encerra no dia 1º de junho. Parece uma data distante? Mas não é.

     

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

        Radar Arquitetura e Design © 2005-2019. Todos os direitos reservados.